CANDIDATURAS

ENCERRADAS

O desenvolvimento do sector agroalimentar é condição necessária para o desenvolvimento social e económico dos países de língua portuguesa em África, e também a principal forma de fazer face à redução da pobreza e da insegurança alimentar e desnutrição (crónica).

O aumento da população, a urbanização crescente e o aumento do nível médio de vida e alteração dos padrões de consumo alimentar, em paralelo com as alterações climáticas, estão a tornar-se desafios adicionais no presente século, mas são simultaneamente grandes oportunidades para o setor agrícola e alimentar e para as populações que vivem no meio rural.

Criar e capacitar líderes e gestores para a mudança, tornando-os promotores e dinamizadores do desenvolvimento do sector agroalimentar e do meio rural em África.

Dar resposta aos problemas relativos à escassez de profissionais africanos habilitados ao desenvolvimento e liderança de políticas e projectos empresariais e de desenvolvimento rural relevantes.

1

PORQUÊ FAZER ESTE DOUTORAMENTO? 

2

COORDENAÇÃO

PARCEIROS

APOIO INSTITUCIONAL

Universidade Eduardo Mondlane (UEM, Maputo, Moçambique)

Universidade de Cabo Verde (Praia, Cabo Verde)

Universidade José Eduardo dos Santos (Huambo, Angola)

Universidade de Lisboa – Instituto Superior de Agronomia (Lisboa, Portugal)

Fundação Calouste Gulbenkian (Lisboa, Portugal)

Plataforma SKAN (Sharing Knowledge Agrifood Networks)

CPLP - Comunidade dos Países de Língua Portuguesa

CONTACTE-NOS

posgraduacao.faef@uem.mz

jmutondo@uem.mz

+258 84 72 76 159